Atividade e população microbiana do solo em função do sistema de cultivo

Palavras-chave: fungos, actinomicetos, bioindicadores, saf

Resumo

A qualidade de ambientes agrícolas pode ser mensurada de vários modos. Alguns dos indicadores biológicos representativos são a população e atividade microbiana do solo, as quais influem em atributos químicos e físicos. Nesse aspecto, objetivou-se por meio desse estudo avaliar a atividade e população microbiana em um latossolo sob diferentes coberturas vegetais. Para tanto, foram utilizadas três áreas de cobertura, sendo: Soja, Eucalipto e Sistema Agroflorestal. Assim, de cada cobertura foram coletadas subamostras de solo, as quais compuseram amostras compostas. Os experimentos foram conduzidos no Laboratório de Microbiologia Agrícola do CECA-UFAL. A atividade microbiana foi avaliada por meio da técnica de isermeyer através da captura de CO2 e titulação. A população microbiana foi estimada por meio do isolamento e contagem de fungos, bactérias e actinomicetos. Os dados foram submetidos a análise de variância (p≤0,05). Assim, foi detectado que o solo cultivado com eucalipto apresentou a menor atividade microbiana, embora tenha apresentado a maior contagem de UFC.g-1 de fungos e também apresentada maior contagem de actinomicetos. A cobertura vegetal influi na atividade e população microbiana do solo e pode ser utilizada como bioindicador de qualidade.

Publicado
2020-09-14
Seção
CBA - Manejo de Agroecossistemas de Base Ecológica