Protagonismo em ações ambientais por meio da criação de uma horta escolar

  • SOUZA, Cleide Maria Universidade de Brasília (UnB)
Palavras-chave: comunidade rural, consciência ambiental, agroecologia

Resumo

O projeto teve como objetivo contribuir para a inserção da educação ambiental, especialmente
em escolas do campo, a partir de experiências que propiciem envolvimento de alunos, educadores
e comunidade em comportamentos protagonistas, viabilizando a disseminação de
conhecimentos práticos e teóricos da agroecologia, associando-os aos conhecimentos tradicionais
da comunidade. Essa experiência ocorreu na Escola do campo: Escola Municipal 15
de Julho, localizada no Assentamento Vale da Esperança, município de Formosa- GO durante
o período de março de 2010 a dezembro de 2012. Toda a elaboração da proposta se deu com
base em um estudo preliminar dividido em etapas: sensibilização dos envolvidos, organização
dos grupos de trabalho, escolha da área, seleção de sementes das espécies a serem cultivadas
e preparação de materiais e, por fim, o estudo do manejo agroecológico: das hortaliças,
do preparo do solo, adubação natural, fertilizantes e controle de pragas. A realização de todo o
processo e especialmente dos estudos e pesquisas, que analisam o envolvimento de segmentos
da escola e comunidade trouxe uma nova visão para este trabalho, posturas relativas ao
compromisso e responsabilidade foram atitudes que puderam ser efetivamente identificadas.
A comunidade começou a se sentir parte do processo e embora seja um longo caminho a ser
trilhado registra-se no projeto uma matriz desencadeadora de uma nova consciência ambiental
paulatinamente construída entre os estudantes e comunidade que vivenciou o projeto.

Publicado
2018-08-19