Efeito dos Óleos Essenciais Sobre o Crescimento Micelial in Vitro de Colletotrichum spp.

  • Brenda Virgínia Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul
  • Gabriel Ferreira Paiva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul
  • Tayane Oliveira Barbieri Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul
  • Gustavo Henrique Silveira de Souza Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul
  • Francisco Teixeira Gonçalves Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul
Palavras-chave: Maçã, Antracnose, Mentha arvensis, Eucalypthus citriodora.

Resumo

A maçã é uma fonte saudável para os seres humanos, possuindo vários benefícios para controlar as doenças. Sua produção é favorável em climas temperados, por possuir estações bem definidas. Ao manusear essa fruta sensível deve-se ter cuidados para não ocorrer ferimentos, ocasionando a penetração dos fungos. O Colletotrichum spp. é uma doença de pós-colheita, sendo causador de antracnose, caracterizada por lesões necróticas, escuras e deprimidas nas cascas das frutas. Esse trabalho teve como objetivo testar o efeito dos óleos essenciais de Mentha arvensis e Eucalypthus citriodora no desenvolvimento deste patógeno. O isolado foi obtido pelas lesões que este fungo ocasionou no fruto. O experimento foi realizado in vitro, utilizando 5 concentrações (0, 50, 100, 500, 1000ppm), colocados em placas de Petri com o BDA (Batata-Dextrose-Ágar), com 3 repetições cada, sendo avaliado o efeito desses óleos na porcentagem de inibição do crescimento micelial (PIC). Os resultados obtidos sobre a inibição do crescimento de Colletotrichum spp. da maçã com óleos essenciais de Mentha arvensis e Eucalyptus citriodora foram satisfatórios, apresentado compostos capazes de reduzir seu crescimento micelial.

Publicado
2019-01-04