Estratificação Vegetal de Quintais Agroflorestais na Chapada dos Guimarães, Mato Grosso, Brasil

  • Lucas Henrique Vieira Lenci Universidade Federal de Mato Grosso
  • Rosenil Antônia Oliveira Miranda Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso
  • Stephanie Maia Silva Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais e Ambientais da Universidade Federal de Mato Grosso
  • Nhaára Vila Pereira Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais e Ambientais da Universidade Federal de Mato Grosso
  • Maria Corette Pasa Universidade Federal de Mato Grosso
Palavras-chave: agroecologia, etnobotânica, conhecimento tradicional, sistemas agroflorestais

Resumo

Este trabalho teve por objetivo realizar o levantamento etnobotânico e avaliar a estratificação vegetal de quintais agroflorestais de uma comunidade rural da Chapada dos Guimarães, Mato Grosso, Brasil. Para o levantamento etnobotânico, foram realizadas entrevistas com 32 moradores da comunidade. Em seguida, as espécies mencionadas foram agrupadas conforme o hábito. Foram registradas 47 espécies vegetais distribuídas em 29 famílias botânicas. A estratificação vegetal segundo o hábito das plantas se configuraram em: herbáceas (45%), arbóreas (26%), arbustivas (23%) e trepadeiras (6%). Os quintais agroflorestais da comunidade apresentam expressiva diversidade florística e estrutura similar ao de ecossistemas naturais. A maioria das espécies apresentam usos múltiplos, assegurando que os quintais agroflorestais colaboram para a saúde, segurança alimentar e qualidade de vida dos moradores locais.

Publicado
2019-01-04
Seção
AGROECOL - Sistemas agroflorestais em bases agroecológicas