Relatos da situação econômica e ambiental dos agricultores do Assentamento Caracol, Município de Bela Vista, MS após 20 Anos de sua Criação

  • Ionara dos Santos Biscola
  • Viviane MALLMANN uems
  • Lucas Wagner Ribeiro Aragão
  • Shaline Sefara Lopes Fernandes
  • Tauane Catilza Lopes Fernandes
Palavras-chave: easant agriculture, degraded areas, home training in the field, technical assistance.

Resumo

No MS, mais de 27 mil famílias foram assentadas, e tiveram a oportunidade de realizarem um sonho de conquistar seu pedacinho de terra. No entanto, ao longo de 20 anos, como está a situação econômica e ambiental dessas famílias? Elas se fortaleceram no campo ou não? A agroecologia tem auxiliado na formação de agroecossistemas sustentáveis para geração de renda dessas famílias? Enfim, baseados nesses questionamentos, esse estudo teve por objetivo conhecer as dificuldades e as fortalezas dos produtores através do relato da situação econômica e ambiental ao longo de 20 anos da existência do assentamento Caracol. Com base nos relatos, chegou-se à conclusão que existem dificuldades, como a falta de assistência técnica, a falta de conhecimento para trabalhar no campo diante de problemas (lotes com solos rasos e pedregosos). Também verificou-se que o assentamento e partes da APP encontram-se degradados. Sendo assim, se faz necessário incentivos por meio de políticas públicas que amparem esses assentados para que os mesmos tenham uma qualidade de vida e possam geram renda em seus lotes, mais para que isso ocorra, é fundamental a capacitação e a transferência de tecnologias, ou seja, a informação tem que estar acessível para os assentamentos mais longínquos.

Publicado
2018-12-28
Seção
AGROECOL - Desenvolvimento Rural e Urbano em Bases Agroecológicas