As Práticas de Cura entre o Povo Bororo de Mato Grosso

  • Josefa Raimunda de LIRA UCDB
  • Dolores Pereira Ribeiro COUTINHO
Palavras-chave: Remédios, Doença, Bororo, Ação Missionária.

Resumo

Relata-se aqui uma experiência realizada entre o Povo Bororo, na missão de Meruri, situada no Centro-Oeste brasileiro. Apresentada pelo Pe. Gonçalo Ochoa (SDB), que dedicou sua vocação missionária nesta missão por mais de 50 anos, quando chegou da Colômbia e foi acolhido como sendo da Família. No século XXI o religioso é tido como uma das autoridades dentre as que mais dominam e tem conhecimento sobre a cultura e a língua do povo Bororo.  Os índios dessa etnia, ocupam Terras Indígenas demarcadas no estado de Mato Grosso, num território descontínuo e descaracterizado, chamado Meruri, que corresponde a uma área 300 vezes menor que o território tradicional. Visto também que o presente trabalho quer ser um relato de experiência missionária salesiana entre os Bororo de Meruri, na medida do possível, apoio-me em escritos e depoimentos orais que testemunham a ação dos Bororo no cuidado com a própria saúde. Toda ação supõe, ao menos, um agente. Deste modo, a história de contato com os Bororo envolveu vários agentes e interesses diversificados. Os envolvidos são pessoas concretas. Elas poderiam ser definidas como seres que experienciaram a vida dentro de um grupo específico, situadas num espaço físico e num período delimitado de tempo. Em suma, essas pessoas se expressam pela cultura, e são movidas por interesses particulares.

Publicado
2018-12-27