Avicultura Agroecológica

Estratégia de Diferenciação e Agregação de Valor Para o Produtor Familiar

  • Lucas Ferreira Gonçalves Ferreira IF goiano
  • Joaquim Filho Marques
  • Jose Carlos Sousa
  • Maria Glaucia Furquim
  • Paulo Alexandre Salviano
Palavras-chave: Diferencial Competitivo, Sistema de Produção, Atividade Produtiva.

Resumo

No Brasil, a avicultura industrial iniciou-se no final da década de 1950, na região Sudeste e na década de 70 se deslocou para a região Sul que se consolidou como maior produtor de aves do País, em virtude, principalmente do modelo de produção, controle do processo genético e melhoramento das técnicas ambientais, o objetivo do trabalho foi realizar uma abordagem exploratória, ou estudo preliminar, que visa compreender o problema e evidenciá-lo por meio de revisão bibliográfica em literatura da área e estudo de caso realizado na Chácara Recanto da Paz, área de 10,3 ha, localizada na Rodovia GO 060, km13 à direita em Iporá-GO . Conforme Gil (2008, p. 54), Atualmente consegue-se realizar vendas dos ovos com valor agregado de R$6,00 a R$7,00 por dúzia no mercado local e custo de produção variável de R$2,20 a R$2,50 por dúzia e frango abatido de R$25,00 a R$30,00 por unidade animal com peso médio de 2kg e custo de produção variável de R$11,30 a R$12,50 por unidade produzida. Podendo assim mostrar que com um sistema agroecológico de criação de aves o produtor obteve resultados satisfatório ou igual em um sistema de produção intensiva.

 

Publicado
2018-12-29
Seção
AGROECOL - Produção Animal Agroecológica