Transição Agroecológica no Município de Goiás/GO

Um estudo sobre os aspectos produtivos e socioambientais em assentamentos rurais de reforma agrária

  • Iara Jaime de Pina IFG
  • Carlos de Melo e Silva Neto
  • Fabiana da Silva Andersson
  • César David Rodríguez Pulido
  • Janiel Divino Souza
Palavras-chave: Agroecossistemas; Diagnóstico Rural Participativo; Sustentabilidade.

Resumo

O objetivo deste trabalho é caracterizar os aspectos produtivos e sociais das unidades de produção familiar, em processo de transição agroecológica, nos assentamentos de reforma agrária do município de Goiás/GO e da região do entorno, considerando, para tanto, a construção de planos de transição agroecológica junto às famílias agricultoras. Para a realização do diagnóstico, utilizou-se ferramentas de DRP - entrevistas semiestruturadas, travessia e levantamento das entradas e saídas em 22 unidades de produção familiar. A validação dos resultados preliminares do diagnóstico ocorreu a partir da matriz FOFA construída junto às famílias agricultoras. Para a construção dos planos de transição agroecológica, utilizou-se a metodologia baseada no ponto de partida e de chegada em cada unidade de produção. As informações obtidas possibilitaram identificar que a principal atividade produtiva é a pecuária, presente em 72,7% das unidades, seguida da olericultura (45,4%) e avicultura (18,1%). Apesar da predominância da pecuária, nesta prevalece a prática convencional e extensiva. As principais técnicas agroecológicas adotadas pelas famílias são: uso de insumos alternativos (90,9% das unidades avaliadas) e consórcio de espécies (22,7%). Ressalta-se que a maior parte destas ações são realizadas nas proximidades das residências, em especial, hortas e pomares, com participação das mulheres e jovens. Destaca-se a importância das mulheres e jovens no processo da transição, o desafio de desenvolver sistemas pecuários na perspectiva agroecológica e a diversificação da produção como estratégia de incremento da renda.

Publicado
2018-12-27
Seção
AGROECOL - Desenvolvimento Rural e Urbano em Bases Agroecológicas