Desafios e possibilidades para a agricultura familiar, a partir da implantação de unidades de produção agroecológica integrada e sustentável em comunidades tradicionais e rurais de Angra dos Reis

  • RIBEIRO, José Rafael Prefeitura Municipal de Angra dos Reis
  • ALVES, Amanda de Carvalho Sociedade Angrense de Proteção Ecológica (SAPE)
  • RODRIGUES, Tuane da Silva SEBRAE
Palavras-chave: Orgânico, Agricultores, PAIS

Resumo

Angra dos Reis-RJ sofreu nas últimas décadas um intenso processo de urbanização afetando
fortemente sua agricultura familiar. No entanto, recebe desde os anos 90 iniciativas voltadas a
agroecologia buscando harmonizar a produção agrícola com as áreas de mata atlântica. Possui
em seu território uma comunidade indígena, uma quilombola, e centenas de agricultores
familiares. Nos últimos anos, os programas de compras públicas fortaleceram as organizações
rurais e estimularam os cultivos tradicionais de banana, aipim e outros. Cerca de nove
meses atrás, uma parceria entre a Prefeitura de Angra dos Reis e SEBRAE para implantar
quinze unidades de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS) vêm se somar a
este processo de fortalecimento, resgatando a prática dos mutirões e gerando os primeiros
resultados de produção e comercialização, ainda em pequena escala. Porém, enfrenta os
desafios de adaptação para uma produção mais intensiva e em maior escala de forma exclusivamente
orgânica.

Publicado
2018-08-21