A conservação da sociobiodiversidade no contexto dos assentamentos rurais do Rio Grande do Sul: a caminho das estratégias e ações desejáveis

  • SILVA, Isabel Cristina Lourenço Univesidade Federal de Santa Maria - Programa de Pós-GraduaçãoemExtensão Rural (PPGExR/ UFSM)
  • BUZZATTI, Mauren Univesidade Federal de Santa Maria - Programa de Pós-GraduaçãoemExtensão Rural (PPGExR/ UFSM)
  • VILLWOCK, Ana Paula Schervinski Univesidade Federal de Santa Maria - Programa de Pós-GraduaçãoemExtensão Rural (PPGExR/ UFSM)
  • MOREIRA, Diego Camelo Univesidade Federal de Santa Maria - Programa de Pós-GraduaçãoemExtensão Rural (PPGExR/ UFSM)
Palavras-chave: Biodiversidade, Assentamentos, Agroecologia, Políticas Públicas

Resumo

Com a ampliação do debate das estratégias de conservação da sociobiodiversidade nos anos
2000, uma série de políticas foram criadas com a finalidade de promover o ideal em diversos
lugares do Brasil.Porém a partir da experiência de diálogo com os agricultores, encontram-se
alguns entraves vinculados ao caráter homogeneizante da política orientadora, o Plano Nacional
de Promoção das Cadeias de Produtos da Sociobiodiversidade – PNPSB, frente aos
diferentes contextos de aplicabilidade desta, como o caso dos assentamentos rurais Nova
Batalha e Nova Estrela, no município de Vacaria RS. Nesse sentido, o estudo busca analisar
as estratégias e ações dos dois assentamentos supracitados à luz do PNPSB,e tem como
corolário que as ações são limitadas e que há a necessidade de que as mesmascompreendam
às realidades e demandas locais, para uma ação que não se balizepontualmente e que
garanta novos frutos enquanto estratégia de desenvolvimento, estímulo e promoção de novas
cadeias, assim como de fortalecimento das já existentes.

Publicado
2018-08-21