Sistemas Participativos de Garantia no estado do Rio de Janeiro, Brasil: Para além da garantia das qualidades dos produtos orgânicos

  • SIQUEIRA, Ana Paula Pegorer PPGCIA-UFRRJ
  • TUBENCHLAK, Fernanda PPGCIA-UFRRJ
  • FONSECA, Maria Fernanda de Albuquerque Costa PESAGRO-RIO
  • FELIPPE, Eiser Luiz da Costa PPGAO-UFRRJ
Palavras-chave: certificação orgânica, políticas públicas, avaliação da conformidade orgânica, controle social

Resumo

Sistemas participativos de garantia (SPG) e organizações de controle social são os mecanismos
de garantia da qualidade de 90% dos produtores orgânicos no Rio de Janeiro. Esses
sistemas consideram o controle social e a responsabilidade solidária como base para garantia
da qualidade orgânica, porém seus benefícios extrapolam a geração de credibilidade. O presente
trabalho analisa o cenário da construção e aplicação dessa tecnologia social nos grupos
do SPG da Associação dos Agricultores Biológicos do Rio de Janeiro. Os resultados mostram
crescimento do número de produtores orgânicos (352% em 6 anos), de metodologias participativas
de pesquisa, de assistência técnica e formação em agroecologia e o fortalecimento
das redes de atores. Os desafios estão em incorporar inovações para auxiliar nos registros e
na rastreabilidade dos produtos, aproximar produtores, consumidores, cientistas e extensionistas,
viabilizando o acesso a produtos orgânicos em larga escala e maior controle social.

Publicado
2018-08-21