Agroecologia e o protagonismo das mulheres no PDS Nova Esperança -Iranduba/AM

  • SOARES, Rainielly Barbosa Universidade Federal de Roraima
  • SILVA, Ana Cassia Souza Instituto Federal do Amazonas
  • ARCOS, Adria Universidade Federal de Roraima
  • LOURENÇO, Francisneide de Sousa Universidade Estadual do Maranhão
  • LOURENÇO, José Nestor de Paula Embrapa Amazônia Ocidental
  • MARINHO, Tácila Rayene dos Santos Universidade Estadual do Maranhão
Palavras-chave: Reforma Agrária, Gênero, Transição agroecológica, Resistencia

Resumo

As condições oferecidas pela agricultura moderna dão continuidade ao processo de exclusão
social de trabalhadores e trabalhadoras do campo, permanência ou aumento de situação de
miséria, êxodo rural e aumento de concentração de terras pelos grandes produtores mais tecnificados.
Considerando o papel das mulheres como agente social e politico na conquista de
terras e no desenvolvimento rural sustentável, esse trabalho procurou analisar a participação
das mulheres na luta pela terra e no processo de constituição e consolidação do assentamento
PDS Nova Esperança, no município do Iranduba-Amazonas. Adotando metodologias
participativas de DRP e o método de pesquisa Estudo de Caso, foi possível registrar a participação
das mulheres frente ao conflito agrário enfrentado, suas formas de resistência e a dura
jornada que ainda enfrentam para permanecerem na terra conquistada e construírem seu
protagonismo a partir da visibilidade de suas atividades.

Publicado
2018-08-19