Organização produtiva em assentamentos do Sertão do Pajeú: um olhar a partir da economia solidária e seus reflexos na qualidade de vida de mulheres

  • SILVA, Géssica dos Santos Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE)
  • FALCÃO, Ana Patrícia Siqueira Tavares Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE)
  • FILHO, Moacyr Cunha Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
  • FREIRE, Mércia dos Santos Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
  • JUNIOR, Adalberto Francisco da Silva Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
  • SILVA, Manuela Maria Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
Palavras-chave: Produção agrícola, trabalho coletivo, cooperativo

Resumo

Através do trabalho realizado, apresenta-se uma temática desafiadora, tanto do ponto de vista
da organização quanto no processo de trabalho na produção agrícola, temática esta denominada
economia solidária. Sabendo-se que o trabalho coletivo e cooperativo baseado no modelo
de produção agrícola não é uma atividade simples quanto pareça, foi que se despertou
o interesse por pesquisar este assunto. Sendo assim, objetivamos analisar a organização do
processo de trabalho da produção agrícola de assentamentos localizado no Sertão do Pajeú,
especificamente em Serra Talhada a partir do trabalho coletivo e cooperativo de assentados,
assim como a produção de cultivo orgânico, bem como a qualidade de vida dessas mulheres.
A metodologia utilizada possui caráter descritivo-exploratório, com natureza qualitativa
quantitativa, onde se realizou um diagnóstico com a finalidade de identificar a organização
produtiva dos assentamentos, uso dos sistemas agroecológicos e posteriormente aplicou-se
o questionário WQHOOL Bref para avaliar a qualidade de vida das mulheres dos assentamentos.
Os dados foram analisados por meio do programa SPSS versão 16.0, o cálculo da
estatística descritiva foi realizado por meio de distribuição de frequência absoluta e relativa.
Os resultados foram organizados por meio de domínios do WHOQOL-Bref, onde as médias
foram consideráveis.

Publicado
2018-08-19