Características territoriais sustentáveis e avaliação do curso de extensão para agricultoras rurais de Mazombinha – Itaguaí / RJ

  • MACEDO, Lucimar Ferraz de Andrade UFRRJ, Brazil
  • NASCIMENTO, Carlos Alberto Sarmento do UFRRJ, Brazil
  • VILLELA, Lamounier Erthal UFRRJ, Brazil
  • FRANCISCO, Daniel Neto UFRRJ, Brazil
Palavras-chave: Gestão Social, Desenvolvimento Territorial Sustentável, Assistência Social, Política Pública

Resumo

As transformações socioculturais e econômicas nas localidades rurais devem ser observadas
no sentido de garantir a manutenção da vida no campo e a preservação destes recursos. Este
artigo analisa o módulo sobre assistência social oferecido as mulheres da comunidade rural
de Mazombinha, que buscou fomentar o acesso aos direitos sociais como forma de alterar
a lógica de exclusão social. Localizado no município de Itaguaí (RJ), onde observou-se uma
diluição da mão de obra no campo a medida que megaempreendimentos se instalaram na
região. Fator que pode vir a comprometer a dinâmica da agricultura familiar no território, e
acarretar outros fenômenos como: a reprodução socioeconômica das famílias, a manutenção
desse tecido social e cultural, a segurança alimentar e a preservação dos recursos naturais
e da paisagem rural. Desta forma, as mulheres do campo tem um papel fundamental para
a preservação da atividade agroecológica, visto que, os homens das famílias, em busca de
melhores remunerações, são atraídos para os empregos formais nas grandes indústrias. Os
resultados apontam que o curso colaborou para o entendimento das agricultoras no que tange
aos seus direitos e mecanismos para acesso; promovendo autonomia enquanto agentes
sociais de seus territórios.

Publicado
2018-08-19