Feminismo e agroecologia: aproximando campo e cidades

  • MARQUES, Glaucia dos Santos SOF- Sempreviva Organização Feminista
  • IYUSUKA, Sheyla Saori SOF- Sempreviva Organização Feminista
  • FRANCO, Vivian Ferreira SOF- Sempreviva Organização Feminista
  • NOBRE, Miriam SOF- Sempreviva Organização Feminista
Palavras-chave: mulheres rurais, mercado solidário, economia feminista

Resumo

A Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) para mulheres, realizada pela SOF (Sempreviva
Organização Feminista) no Vale do Ribeira com base agroecológica estabeleceu um
processo de venda direta de grupos de mulheres quilombolas e agricultoras familiares a grupos
de consumo da Grande São Paulo. A participação das agricultoras no processo, não só
pelo acesso ao rendimento, contribuiu para sua autonomia econômica e pessoal. Os grupos
de consumo assumiram o desafio de construir um mercado adequado às agricultoras: respeitar
seus tempos, valorizar a diversidade de produtos que elas cultivam. Esta experiência
de construção de mercados com base na vontade política dos sujeitos implicados exercita os
princípios da economia feminista e da economia plural.

Publicado
2018-08-19