Teor de carbono em um Latossolo Amarelo em função de diferentes usos: uma abordagem termodinâmica

  • Daniel Nunes da Silva Júnior Universidade Federal de VIçosa
  • Ermelinda Maria Mota Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Gualter Guenther Costa da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Palavras-chave: Qualidade do solo., Sustentabilidade ambiental., Sequestro de carbono.

Resumo

Enquanto elemento central dos geoecossistemas, o solo desempenha importantes funções ambientais. Dentre estas, o sequestro de C ganha destaque, em razão da sua relação com as alterações climáticas globais. Além disso, o teor de C do solo relaciona-se com a sustentabilidade de geoecossistemas, naturais ou manejados. Diante disso, este trabalho teve por objetivo avaliar as alterações do teor de C de compostos orgânicos em um Latossolo Amarelo em diferentes sistemas de uso e manejo na região litorânea do estado do Rio Grande do Norte. Foram coletadas amostras de solo em ambiente com relevo local plano e mesma classe de solo, mas com diferentes históricos de uso: pastagem degradada (pt), cultivo florestal (fl) e mata nativa (mn). As amostras de solos foram preparadas e analisadas quanto ao teor de C. Os dados foram submetidos ao teste não paramétrico de Kruskal-Wallis e as médias foram comparadas pelo teste de Dunn (p<0,05). Em seguida, as médias foram analisados e os resultados interpretados e discutidos por meio de equações e de conceitos usuais em termodinâmica clássica, notadamente da termodinâmica do não-equilíbrio. Observou-se que os geoecossistemas de maior complexidade estrutural (cf e mn) apresentaram incrementos no estoque de C do solo, em relação ao sistema de menor complexidade estrutural (pt). Potencialmente, essa forma de abordagem pode contribuir com informações sobre a perda, manutenção e, ou incremento no teor de C do solo, e orientar modificações nos sistemas de uso e de manejo do solo.

Publicado
2020-03-31