Efeito de Biocarvões sobre a disponibilidade de P em Latossolo férrico

  • Tainá Costa Araújo Universidade Estadual do Norte Fluminense
  • Arthur Quitete Ribeiro Barreto Universidade Estadual do Norte Fluminense
  • Gabriel Ramatis Pugliese Andrade Universidade Estadual do Norte Fluminense
  • Cláudia Maria B. Freitas Maia Embrapa Florestas
  • José Gabriel de Souza Silva Universidade Estadual do Norte Fluminense
  • Luciana Aparecida Rodrigues Universidade Estadual do Norte Fluminense
Palavras-chave: Biochar., Fosfato., Adubação.

Resumo

O biocarvão (BC) é um material pirolisado que, dependendo da biomassa utilizada, apresenta nutrientes disponíveis e também uma alta superfície específica carregada com cargas expostas o pode alterar a disponibilidade de nutrientes como o P no solo. O objetivo desse trabalho é avaliar a influência do BC sobre a disponibilidade de P aplicado em doses crescentes em Latossolo férrico. O experimento foi conduzido em DBC (4 blocos), num esquema fatorial 4 x 4, sendo: sem a aplicação de BC e com a aplicação de 3 tipos de BC (de cama de frango (CF); de fibra de coco (F) pirolisado a 500 0C e outro F pirolisado a 700 0C) x 4 níveis P (0; 45; 90 e 180 mg dm-3 de P na forma de superfosfato simples (SS)). Os BCs foram aplicados a 1% v/v. Amostras de solo o após receber os tratamentos foram incubadas a 80 % da capacidade de campo e analisadas quanto aos teores de P (extrator Norte Carolina ou duplo ácido) aos 7; 14; 42, e 80 dias após o início da incubação. A aplicação de doses crescentes de SS aumentou os teores de P disponíveis no solo em ausência ou presença do BC. Os biocarvões proporcionam diferentes respostas nos teores de P disponíveis, sendo maior para o BC de cama de frango e menor o de fibra de coco pirolisado a 500 oC. O tempo de incubação reduz o teor de P disponível mesmo em presença do biocarvão.

Publicado
2020-04-08