CONSTRUINDO A AGROECOLOGIA E O FEMINISMO A PARTIR DA ORGANIZAÇÃO DE MULHERES: UM ESTUDO DE CASO COM GRUPOS DO ESPINHAÇO MERIDIONAL, MINAS GERAIS, BRASIL

  • Jackeline Canuto MENDES
Palavras-chave: Agroecologia, Feminismo, Auto-organização.

Resumo

Diante da realidade de exploração e dominação do sistema capitalista patriarcal, iniciativas de organização das mulheres visando seu empoderamento enquanto gênero milenarmente oprimido e também a valorização e a construção de saberes e práticas em consonância com a saúde da natureza são importantes para a construção de uma sociedade com justiça social e que garanta a sobrevivência das futuras gerações. A pesquisa do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Estudos Rurais da UFVJM intitulado como Desafios na construção da agroecologia e do feminismo a partir da organização de mulheres, realiza um estudo de caso sobre os processos de organização dos grupos de mulheres: Raízes do Tabuleiro e Mulheres do Maria Orminda. O objetivo deste trabalho é apresentar a primeira fase desta pesquisa que consistiu na revisão bibliográfica para o embasamento teórico sobre os conceitos de agroecologia, patriarcado e feminismo e também no levantamento dos históricos dos grupos e das metodologias impulsionadoras dos mesmos.

Publicado
2020-05-12
Seção
CIFA - Mulheres e a Epistemologia do Conhecimento Agroecológico