Germinação e Desenvolvimento de Mudas de Enterolobium contortisiliquum (Vell.) Morong Produzidas em Substrato Comercial e Casca de Arroz in Natura

  • Ian Ashilei Castro Silva Universidade Federal do Mato Grosso – Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde
  • Ohana Cristina Oliveira Faria Universidade Federal do Mato Grosso – Programa de Pós-Graduação em Agricultura Tropical
  • Cristina Filomena Justo Universidade Federal do Mato Grosso – Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde
Palavras-chave: Índice de Dickson, Produção de Mudas, Tamboril.

Resumo

Enterolobium contortisiliquum (Vell.) Morong, (Mimosoideae, Fabaceae) é muito usada na recuperação de áreas degradadas. O objetivo do trabalho foi avaliar a influência da casca de arroz in natura (CAI) como substrato na produção de mudas de Enterolobium contortisiliquum. Foi constituído por quatro tratamentos, utilizou-se o delineamento em blocos casualizados. Avaliou-se: altura (H) e diâmetro do caule (DC), número de folhas e massa seca de parte aérea (MSPA) e raiz (MSR). A partir desses dados calcularam-se índices de qualidade das mudas e curvas de crescimento. Conclui-se que para produzir mudas desta espécie com um adequado padrão de qualidade recomenda-se utilizar no máximo 50% de casca de arroz in natura + 50% de substrato comercial.

Publicado
2020-11-11