Qualidade de Sementes e Mudas de Albizia hasslerii (Chodat) Burkart em Função de Procedências

  • Ana Carolina Pinguelli Ristau Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Agronomia
  • Marlene de Matos Malavas Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Dr. Professor Associado do Centro de Ciências Agrárias,
  • João Alexandre Lopes Dranski Faculdade Educacional de Medianeira, Dr., Professor
  • Ubirajara Contro Malavasi Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Dr., Professor Associado do Centro de Ciências Agrárias
Palavras-chave: Albizia-farinha-seca, Potencial fisiológico, Local de colheita, Fabaceae.

Resumo

Sementes podem alterar o potencial fisiológico, conforme a distribuição fitogeográfica das matrizes, sendo necessário estudar distintos locais de colheita. O objetivo do trabalho foi comparar o potencial fisiológico de sementes de Albizia hasslerii colhidas em diferentes locais e determinar seu efeito sobre a qualidade das mudas. As sementes foram obtidas a partir de frutos colhidos em início do processo de deiscência. Avaliou-se a massa de mil sementes, germinação, índice de velocidade de germinação, taxa de respiração e índice de velocidade de emergência, assim como a produção das mudas conduzidas com e sem irrigação. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado e blocos ao acaso. Os resultados do potencial fisiológico das sementes indicaram que as procedências poderiam ser agrupadas em dois grupos. Concluiu-se que as sementes de A. hasslerii foram influenciadas pela procedência das sementes, assim como o potencial de regeneração de raízes das mudas de todas as procedências.

Publicado
2020-11-11