Características Morfo-agronômicas do Milho de Pipoca Crioulo sob Diferentes Doses de Farinha de Osso em Teresina, PI

  • Jailson Batista Aquino Universidade Federal do Piauí/Colégio Técnico de Teresina
  • Cristiane Lopes Carneiro d’Albuquerque Universidade Federal do Piauí/Colégio Técnico de Teresina
  • Luzineide Fernandes de Carvalho Universidade Federal do Piauí/Colégio Técnico de Teresina
  • Theudes Oldenrique da S. Santos Universidade Federal do Piauí/Colégio Técnico de Teresina
  • Boanerges Siqueira d’Albuquerque Junior Universidade Estadual do Piauí,/Centro de Ciências Agrárias
Palavras-chave: Zea mays; adubação orgânica; agroecologia

Resumo

O milho de pipoca crioulo existe em diversas partes do País e conta com uma grande variedade, entretanto, existem poucos relatos recentes sobre as características morfo-agronômicas dessas variedades, sendo necessário mais estudos que fortaleçam a conservação e utilização comercial. O presente trabalho objetivou avaliar as características morfo-agronômicas do milho de pipoca crioulo sob diferentes doses da farinha de osso em Teresina, PI. Para esse propósito, testou-se nas condições locais, uma variedade crioula purpura e pontiaguda, que foi cultivada sob diferentes doses de farinha de osso. As características estudas foram: altura de planta no florescimento, número de dias de floração; altura de inserção da espiga e número de espigas por planta. As doses mostraram diferença apenas para a características número de espigas por planta, sendo 250 g/m a dose mais eficiente.

Publicado
2020-11-25