Em busca das sementes crioulas para o Sudoeste Paranaense: uma revisão sistemática

  • Matheus Hermann dos Santos Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) – Núcleo de Estudos em Agroecologia (NEA-Sudoeste do Paraná);
  • Larisse Medeiros Gonçalves Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) – Núcleo de Estudos em Agroecologia (NEA-Sudoeste do Paraná)
  • Luana Santos dos Santos Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) – Núcleo de Estudos em Agroecologia (NEA-Sudoeste do Paraná)
  • Pedro Henrique da Silva Monteiro Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) – Núcleo de Estudos em Agroecologia (NEA-Sudoeste do Paraná)
  • Thiago de Oliveira Vargas Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) – Núcleo de Estudos em Agroecologia (NEA-Sudoeste do Paraná)
Palavras-chave: Agroecologia, Agrobiodiversidade, Sustentabilidade

Resumo

Sistemas agroecológicos possuem princípios construídos com base na biodiversidade, conhecimentos tradicionais e da promoção de materiais genéticos tradicionais. Em vista desse fator, é de extrema importância fomentar meios facilitadores para agricultores familiares que queiram adicionar agrobiodiversidade sem seus agroecossistemas ou estão em busca da transição agroecológica. Assim essa pesquisa buscou compilar informações chaves através de uma revisão sistemática de instituições e trabalhos científicos a fim de disponibilizar um material sintetizado que auxiliem tais agricultores do Sudoeste do Paraná. Através do levantamento dos materiais acerca da biodiversidade de sementes crioulas do Sudoeste do Paraná, pode-se perceber o grande número de espécies que são conservadas pelos guardiões. Destaca-se o papel das sementes crioulas de milho e feijão nesse contexto, pois são aquelas que são conservadas na totalidade dos documentos levantados.

Publicado
2020-11-25