FICAR EM CASA É UMA QUESTÃO DE SAÚDE, DIVIDIR AS TAREFAS E VIVER SEM VIOLÊNCIA TAMBÉM

  • Karine Pereira de Freitas
  • Domênica Rodrigues dos Santos Silva
  • Laetícia Medeiros Jalil
  • Luiza Carolina da Silva
  • Luana Cristine Silva
  • Jannah Bruna Miranda de Oliveira
  • José Claudivam da Silva
  • Maria do Socorro Oliveira
Palavras-chave: Divisão Justa; Mulheres; Pandemia; Trabalho Doméstico

Resumo

A Campanha Pela Divisão Justa do Trabalho Doméstico é uma iniciativa da Rede Feminismo
e Agroecologia do Nordeste e organizações associadas, que tem como objetivo aprofundar o
debate acerca da sobrecarga de afazeres domésticos e de cuidados para o enfrentamento à
violência doméstica e a garantia de que as mulheres possam viver em segurança no seu território
seja no campo ou na cidade, sobretudo no atual contexto de pandemia de covid-19. Nesse
sentido, buscou-se através de revisão bibliográfica e as principais pesquisas e dados
relacionados ao tema, que em conjunto com o diálogo permanente da Campanha com as
mulheres, constatou a injusta divisão do trabalho doméstico e o crescimento da violência de
gênero, intensificada pelos indicadores de raça, classe e territorialidade. Assim, a Campanha
destaca a necessidade do tema ser tratado como responsabilidade de todas/os e que precisa ser
discutido com a sociedade, visando uma mudança social a partir da criação de redes de apoio e
do compartilhamento das tarefas entre as pessoas que moram na mesma casa.

Publicado
2021-07-05
Seção
Trabalhos apresentados sobre Mulheres, Feminismos e Agroecologia