A PARTICIPAÇÃO DAS MULHERES CAMPONESAS NA PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA DO ASSENTAMENTO LAGOA DE DENTRO I E II EM OUROLÂNDIA – BA

  • Aidraiane Ferreira dos Santos
Palavras-chave: Agroecologia; Assentamento; Mulheres; Soberania Alimentar.

Resumo

O trabalho aborda a participação das mulheres camponesas na produção
agroecológica do Assentamento Lagoa de Dentro I e II, no município de Ourolândia –
BA, a partir de sua organização em grupo para a realização de atividades coletivas de
geração de renda e garantia da segurança e soberania alimentar. Foi possível observar o
empoderamento dessas mulheres através da organização coletiva voltada para a produção
agroecológica, de modo a preservar o meio ambiente. As práticas desenvolvidas pelas
mulheres do Assentamento Lagoa de Dentro I e II, conhecedoras de saberes tradicionais
e guardiãs das sementes crioulas, demonstram o protagonismo no processo de transição
agroecológica. Assim, este trabalho mostra toda a trajetória de luta das mulheres do
Assentamento Lagoa de Dentro I e II, junto ao Movimento dos Trabalhadores
Assentados Acampados e Quilombolas (CETA), no processo de organização coletiva e
práticas de transição agroecológica como referências para a garantia da segurança e
soberania alimentar.

Publicado
2021-07-14
Seção
Trabalhos apresentados sobre Mulheres, Feminismos e Agroecologia