AS CONTRIBUIÇÕES DAS MULHERES PARA A SOBERANIA E SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL NO CONTEXTO DA AGROECOLOGIA

  • Maria Luciana Mendonça Sousa
  • Roberto Ferreira Lima Neto
  • Francisca Mariana Antão Mariano
  • Maria Inês Escobar da Costa
Palavras-chave: Agroecologia; Alimentos; Contribuição feminina; Mulheres; Segurança Alimentar;

Resumo

O presente estudo destaca, a partir da literatura, a importância das mulheres agricultoras
e camponesas na execução e elaboração das práticas agroecológicas, além da sistematização e
divulgação dos benefícios oriundos dessas práticas, com destaque para o aprofundamento do
debate acerca da soberania e segurança alimentar e nutricional (SSAN). Reafirmando a
contribuição das mulheres, historicamente minimizada como "ajuda'', no que concerne a
participação ativa na produção, consumo, distribuição e comercialização dos produtos das
unidades familiares. Destaca-se exemplos de ações que embasam os trabalhos dessas
agricultoras, com o manejo na terra, a escolha de alimentos saudáveis e a importância cultural
e socioeconômica que essas ações trazem para a comunidade. Evidenciar o trabalho feminino
também é uma forma de luta contra toda e qualquer discriminação sofrida por elas, tanto com
a desvalorização econômica, mesmo que elas façam as mesmas funções ou até mais, como na
invisibilização desses trabalhos, fazendo com que sejam negligenciadas e com isso, sofram todo
tipo de opressão. Com isso, o presente trabalho analisa e elenca o trabalho das mulheres, no
âmbito da agroecologia, sinalizando seu protagonismo, sua importância como construtoras de
uma realidade com maior sustentabilidade e equidade de gênero, raça na perspectiva da
economia ecológica.

Publicado
2021-07-14
Seção
Trabalhos apresentados sobre Mulheres, Feminismos e Agroecologia