MULHERES CAMPONESAS EM REDE: UMA EXPERIÊNCIA SOBRE PRODUÇÃO SOLIDÁRIA E SOBERANIA ALIMENTAR COM FOCO EM GÊNERO

  • Renata de Andrade Santos
  • Camila Casseb Almeida
  • Maria Gercina Alves de Araújo
Palavras-chave: Soberania Alimentar; Mulheres Camponesas; Economia Solidária

Resumo

“Mulheres Camponesas em Rede por Agroecologia, Economia Solidária e Feminismo”, é um
projeto que surgiu no ano de 2014, em diálogo com o movimento da economia solidária. O
presente trabalho reflete sobre o papel da mulher camponesa e as relações de gênero no
trabalho produtivo; analisa a organização dos empreendimentos de produção e seus potenciais
e destaca a contribuição de mulheres camponesas na soberania alimentar. O resultado do
projeto foi o fortalecimento de empreendimentos de mulheres camponesas do estado do Pará
com foco no desenvolvimento de associações, produção agroecológica, práticas
ecologicamente sustentáveis, comércio justo e intercâmbio de base solidária, que
potencializam o desenvolvimento da soberania alimentar no campo e a autonomia das
mulheres, confluindo para o bem viver das mulheres camponesas em suas comunidades. A
metodologia utilizada foi o planejamento das ações, mapeamento de grupos produtivos
composto por mulheres, monitoramento do processo de produção, avaliação e sistematização
da experiência, através da criação de um Grupo de Trabalho (GT), encontros estaduais e
visitas técnicas.

Publicado
2021-07-14
Seção
Trabalhos apresentados sobre Mulheres, Feminismos e Agroecologia