MULHERES E AGROECOLOGIA: CONSTRUINDO SABERES, SUJEITOS E AUTONOMIA

  • Jannah Bruna Miranda de Oliveira
  • Karine Pereira de Freitas
  • Luiza Carolina da Silva
  • Luana Cristine Silva
  • José Claudivam da Silva
  • Laeticia Jalil
Palavras-chave: agroecologia; mulheres rurais; cadernetas agroecológicas; gênero; patriarcado.

Resumo

As desigualdades de gênero no mundo rural produzem a invisibilidade das atividades
produtivas e reprodutivas das mulheres na agricultura familiar, afetando as representações
sociais e o seu reconhecimento enquanto trabalhadoras e sujeitos políticos, econômicos e
sociais. Assim, através de um trabalho de natureza qualitativa, exploratória e bibliográfica, e
utilizando os conceitos de gênero e patriarcado, este ensaio apresenta os resultados de uma
reflexão preliminar sobre a construção do conhecimento das mulheres agricultoras
agroecológicas a partir da pesquisa das Cadernetas Agroecológicas enquanto uma ferramenta
político-pedagógica de reconhecimento de sua atividade produtiva e de transformação social.
O estudo nos abriu para perceber como o projeto político de reconhecimento do trabalho das
agricultoras agroecológicas na produção e reprodução da vida lhes conduziu a um processo de
construção de sua autonomia política, social e econômica, a partir da produção do
reconhecimento das estruturas de poder que fundamentam as desigualdades, do
questionamento das práticas e representações sociais do mundo rural, do reconhecimento do
valor monetário e social do seu trabalho e da ressignificação de suas identidades enquanto
sujeitos a partir do reconhecimento individual pela força e ações do coletivo.

Publicado
2021-07-09
Seção
Trabalhos apresentados sobre Mulheres, Feminismos e Agroecologia