DISCURSOS, POLÍTICAS E PROJETOS SOBRE MULHERES E AGRICULTURA: EMBATES VIRTUAIS E RESISTÊNCIA

  • Fabiana Pereira de Souza
Palavras-chave: interações virtuais, estratégias, feminismo, agroecologia

Resumo

O presente ensaio discute a importância dos argumentos em defesa dos direitos das mulheres
camponesas no cenário político brasileiro. As ações políticas brasileiras na atualidade _
pormenorizadas, e amplamente analisadas através de artigos científicos nacionais e
internacionais _ indicam a necessidade de discussões mais aprofundadas e esclarecedoras no
âmbito das redes sociais, sobretudo face ao quadro epidemiológico que o Brasil vem
enfrentando por causa da doença Covid-19. Com o objetivo de compreender como se processam
estas interações e de que forma podem contribuir para repensar discursos e projetos políticos
na atualidade, relacionados a esses temas, o presente estudo realizou uma análise de interação
na internet do evento encontro temático “Conversatório: Movimentos sociais e a luta das
mulheres rurais”, realizado no ciclo de debates “Convergências e Divergências: Mulheres,
Feminismos e Agroecologia”, realizado pela Associação Brasileira de Agroecologia. Concluiuse que iniciativas como essa, que aproximam a sociedade para uma rediscussão política
esclarecedora a respeito desses assuntos (feminismo, agroecologia e movimentos sociais) tem
se tornado essenciais para a desconstrução de conceitos estereotipados e/ou tendenciosos nas
redes sociais. Nesse sentido, o presente estudo sugere a construção de uma “nova
popularização” dos conceitos ligados aos movimentos feministas e a agroecologia para o
enfrentamento às crises atuais.

Publicado
2021-07-14
Seção
Trabalhos apresentados sobre Mulheres, Feminismos e Agroecologia