A meliponicultura em comunidades da Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns, Santarém, Pará

  • SOUZA, Rogério Ribeiro de Universidade Federal do Oeste do Pará- UFOPA
  • ABREU, Vanessa Righetti de Holanda Universidade Federal do Oeste do Pará- UFOPA
  • NOVAIS, Jailson Santos de Universidade Federal do sul da Bahia- UFSB
  • PIMENTEL, Alyne Daniele Alves Universidade Federal do Oeste do Pará- UFOPA
  • NOGUEIRA, Lizandra Ludgerio Universidade Federal do Oeste do Pará- UFOPA
Palavras-chave: Abelhas sem ferrão, Amazônia, comunidades ribeirinhas, polinização

Resumo

A meliponicultura é uma atividade encontrada em todo território nacional, apresentando-se
como uma estratégia de uso sustentável de recursos naturais, promovendo a conservação da
diversidade das abelhas silvestres e de florestas, por meio da interação sociedade-natureza.
O objetivo do estudo foi caracterizar a criação das abelhas nativas em comunidades da Reserva
Extrativista Tapajós-Arapiuns, no município de Santarém, Pará, Brasil. Participaram da
pesquisa 12 manejadores de abelhas sem ferrão de quatro comunidades ao longo dos rios
Tapajós e Arapiuns, mediante uso de um questionário com questões subjetivas. Constatou-se
que a atividade gera renda de forma sustentável e contribui para a manutenção da diversidade
biológica.

Publicado
2018-08-14