Cobertura do solo com Brachiaria e a emergência de espécies arbóreas do Cerrado, culturas anuais e plantas espontâneas

  • OLIVEIRA, Marcelo Nicolini de Universidade de Brasília
  • JUNQUEIRA, Ana Maria Resende Universidade de Brasília
  • VIEIRA, Daniel Luis Mascia Embrapa Cenargen
  • OLIVEIRA, Daniel Rodrigues de Emater-DF
Palavras-chave: Palhada, germinação, sementes, reflorestamento

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes quantidades de palhada na capacidade
de emergência de sementes de 10 espécies de plantas, dentre árvores do cerrado, plantas
anuais e espontâneas. O experimento foi realizado de setembro a novembro de 2011. O
delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com seis tratamentos em cinco
repetições. Os tratamentos foram: 0, 5, 10, 15, 20 e 25 toneladas de palhada de brachiaria por
hectare. A massa fresca das plantas espontâneas foi avaliada ao final do período experimental.
Foi observado que uma camada de palhada de 5 t.ha-1 diminuiu significativamente a emergência
e a massa fresca de plantas espontâneas. Milho, feijão-de-porco, jatobá e barú não
foram afetadas pela quantidade crescente de palhada. Foi observado que 5 t.ha-1 de palhada
apresenta vantagens na supressão de plantas espontâneas sem afetar de forma significativa
a emergência de espécies arbóreas.

Publicado
2018-08-13