Frequência e uso de espécies em sistemas agroflorestais de três municípios da mesorregião do Baixo Amazonas, estado do Pará

  • SOUSA, Iara Rayana Leal de Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
  • FREITAS, Bruna Bandeira de Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
  • PAULETTO, Daniela Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
Palavras-chave: Adubação verde, Silviagrícola, Produção não-madeireira, Uso medicinal

Resumo

Os sistemas agroflorestais (SAFs) são sistemas de produção que consorciam espécies arbóreas
lenhosas com cultivos agrícolas e em alguns casos, possuem o componente animal
dentro da mesma área. A coleta dos dados ocorreu nas propriedades de dez agricultores
familiares em 3 municípios do Baixo Amazonas. Nas entrevistas utilizou-se uma abordagem
participativa, com observação direta dos arranjos e tabulação das espécies. Nos sistemas
agroflorestais identificou-se 24 espécies vegetais, entre elas, espécie de potencial agrícola,
madeireiro e de adubação e a criação de animais que interagem dentro dos sistemas. Dentre
as espécies utilizadas o cumaru e a pimenta-do-reino são as espécies mais frequentes encontradas
nos SAFs estudados e nas propriedades com o componente animal, bovinos e ovinos
foram os mais encontrados. De forma geral, dentro dos sistemas agrossilvipastoril e silvipastoril
o componente arbóreo possui função de sombreamento para os animais

Publicado
2018-08-13