Tratamento de sementes de amendoim com pó de mastruz + caulim para o controle de Tribolium castaneum (Coleoptera: Tenebrionidae)

  • ALMEIDA, Raul Porfirio de Embrapa Algodão
  • SILVA, Dayane Gomes Embrapa Algodão
  • MARTÍNEZ, Magali H. Pereira Eng. Biotecnologia UFCG/CDSA
  • SILVA, Alexandre Eugênio Embrapa Algodão
Palavras-chave: Chenopodium ambrosioides, eficiência, besouro-castanho

Resumo

Este trabalho visou avaliar a eficiência de Chenopodium ambrosioides L. (Mastruz) + Caulim
no controle de Tribolium castaneum, importante praga de sementes de amendoim. O bioensaio
foi conduzido no Laboratório de Entomologia da Embrapa Algodão. Trinta insetos adultos
foram utilizados por repetição, sendo realizadas oito avaliações em intervalos de dois dias até
o 15º dia. As variáveis foram o número de insetos mortos e o número de sementes perfuradas.
Os tratamentos foram caulim (1%), quatro concentrações do pó de mastruz (1, 2, 3, 4 %) +
Caulim (1%) e Testemunha (0%), com quatro repetições. Avaliou-se a mortalidade cumulativa
dos insetos e o percentual de sementes perfuradas. A Eficiência (E%) foi calculada pelo método
de Abbott. A mortalidade de T. castaneum foi potencializada pela associação do mastruz +
caulim, afetando a capacidade dos insetos de se alimentarem. A concentração mínima recomendada
do mastruz para o controle efetivo de T. castaneum foi de 2% + caulim.

Publicado
2018-08-23