A Atividade Curricular em Comunidade (ACCS) matas urbanas: agroecologia, educação popular e movimentos sociais

  • fernanda tanara correa ufba/teia
  • Nair Casagrande Casagrande UFBA
  • Antonia Carneiro da Cunha
  • Maria Aparecida Oliveira
Palavras-chave: Extensão Universitária; Educação Popular; Metodologia Camponês à Camponês; Sistema Agroflorestal Produtivo.

Resumo

Este relato apresenta experiências de extensão da Atividade Curricular em Comunidade (ACC) “Matas Urbanas: Agroecologia, Educação Popular e Movimentos Sociais”, da Universidade Federal da Bahia (UFBA) no assentamento Majú, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), localizado no município de São Sebastião do Passé, região metropolitana de Salvador, Bahia. O objetivo é relatar experiência para a construção participativa de um Sistema Agroflorestal dentro de um projeto de restauração ecológica e analisar os impactos dessa atividade na construção do conhecimento agroecológico junto aos educandos da UFBA bem como os/as comunitários/as. As ACC’s articulam o ensino, a pesquisa e a extensão e obrigatoriamente devem garantir a realização de atividades envolvendo a comunidade externa à universidade, sendo uma oportunidade de trocas entre conhecimento científico e conhecimento popular.

Publicado
2020-08-16
Seção
CBA - Construção do Conhecimento Agroecológico e Dinâmicas Comunitárias