Monitoramento de indicadores do balanço nutricional e do manejo de cobertura de solo no primeiro ano de desenvolvimento de um sistema agroflorestal agroecológico

  • João Pedro Marcondes Garcez Pires Novaes ESALQ USP / SAF PIRASYKÁUA / ARAPIRA
  • Nina Publio Camarero
  • Samantha Kauling ARAPIRA
  • Carlos Armênio Kathounian ESALQ/USP
Palavras-chave: Agrofloresta; Nutrientes; Balanço; Agroecologia; Resíduo

Resumo

A agroecologia e os sistemas agroflorestais (safs) têm ganhado espaço e importância devido a uma crescente preocupação com as consequências negativas geradas pela produção agrícola. Os safs podem explorar as suas entrelinhas durante o desenvolvimento das linhas de árvores para a produção intensiva de hortaliças. Dentre as práticas configura-se como modelo alternativo para fertilização do sistema nos primeiros estágios a partir do aporte de material externo para a manutenção da fertilidade da horta. Dentre as práticas de grande importância na agricultura de base ecológica está a cobertura do solo com material orgânico que além dos benefícios de estruturação e da promoção da vida nos solos, o material de cobertura também é fonte de nutrientes para o sistema. O presente trabalho monitorou a influência do manejo da cobertura do material triturado de poda urbana no balanço nutricional do sistema agroflorestal com foco em hortaliças, e nos atributos químicos do solo do mesmo, além de monitorar a demanda e carga horária investidas no próprio manejo. Foram quantificadas as entradas (aporte de material orgânico proveniente de podas urbanas) como também as saídas (colheita de produtos) do sistema monitorado ao longo de nove meses. A importação do material de cobertura demonstrou contribuições significativas na criação e manutenção de fertilidade do sistema. Essas contribuições podem ser verificadas nas elevações apropriadas dos valores de pH, M.O., P, Ca, Mg, SB, CTC e V%, e também a queda do H+AL SMP. Apenas para K obteve-se saldo negativo de -0,1 mmolc.dm-³. Ainda, notou-se na gestão de resíduos municipais a oportunidade em transformá-los em recursos nutricionais e alimentares disponíveis à agricultura local por meio da promoção da prática da cobertura vegetal com resíduos dos serviços de podas. 

Publicado
2020-09-08
Seção
CBA - Manejo de Agroecossistemas de Base Ecológica