Educação em Agroecologia: oficinas Pedagógicas no Assentamento Santa Cruz, Campina Grande – PB

  • Leonardo Afonso Pereira da Silva Filho uepb
  • Lígia Pereira dos Santos UEPB
Palavras-chave: Agroecologia; Educação; Cultura.

Resumo

Nessa atividade de extensão, trabalhamos com oficinas pedagógicas junto as crianças, adolescentes assentados no Assentamento Santa Cruz, pautando-se nas reflexões Científicos e Artísticas Agroecológicas, com as discentes da UEPB. A abordagem metodológica é a proposta paulofreireana Freire (2002), na navegação na prática educativa da construção de consciência, o que permite nessa abordagem direcionar o caminho da educação para transitar na ética do respeito ao ser humano, quando da busca da identidade cultural planetária, enfim, de problematizar a agroecologia na relação com o meio ambiente, especificamente na zona do semiárido. Considerando-se o desejo de intervir com profundidade na educação ecológica das crianças e adolescentes no cotidiano intencionamos promover nas oficinas pedagógicas de artes visuais e teatrais, poesia e literatura de cordel, saúde no campo e reciclagem, fotografia e história, música e dança, esportes e ludicidade, contação de histórias, o planeta no mundo da física, combate aos agrotóxicos, bem estar animal, temáticas tais, pertinentes a construção pedagógica da responsabilidade social junto aos seres vivos de modo a entender sua corporeidade como parte do meio ambiente em sua responsabilidade ecológica. A aplicação do projeto de extensão requer a observação das ações do ambiente empírico das aulas de campo por oferecer maior possibilidade de compreensão dos fenômenos da natureza, tendo como elemento básico a aplicação das Oficinas Pedagógicas, com registro fotográfico como elemento que descreve os atores envolvidos com nas atividades. Sendo assim, estabelece-se, dialeticamente, uma relação entre participantes e meio ambiente, e, considera-se que a realidade por não ser estática, insere-se num processo de mutação a ser impulsionado pelas contradições da própria sociedade, uma vez que, é no âmbito das relações sociais que se constroem as relações de corpo-natureza-cultura com sustentabilidade.

Publicado
2020-08-04