Construindo conhecimento agroecológico: experiência do Sistema Agroecológico de Produção Orgânica (SAPO), no Projeto de Assentamento PA João Batista II, no município de Castanhal – Pará

  • CRUZ, Beatriz da Luz NEA Ajuri
  • SILVA, Luis Mauro Santos PDTSA/UNIFESSPA; do NCADR/UFPA e membro do NEA AJURI
  • ASSIS, William Santos de Programa de Pós-Graduação em Agriculturas Amazônicas PPGAA/NCADR/UFPA/NEA AJURI
  • PANTOJA, Gisiane Ferreira Universidade Federal Rural da Amazônia/NEA AJURI
  • SILVEIRA, Gilvando Souza Universidade Federal do Pará/NEA AJURI
  • RODRIGUES, Clarissa Miranda RNEA
Palavras-chave: Transição Agroecológica, Organização Camponesa, Sustentabilidade

Resumo

O Sistema Agroecológico de Produção Orgânica (SAPO) é uma experiência trabalhada de
forma organizada e coletiva. A construção (da experiência) é uma alternativa frente ao modelo
agroindustrial hegemônico, tanto agrário quanto social. O SAPO apostou em um processo
de transição agroecológica peculiar em espaços amazônicos dominados pelos projetos de
pecuária extensiva como atividade única. A família responsável pela experiência tem conseguido
reverter um processo degrante e agressivo de monocultivo de pastagens para Sistemas
Agroflorestais (SAFs). A experiência do SAPO alcançou um valor considerado interessante
por parte de sua sustentabilidade global (Nota 7,0: 10,0). O próximo passo deverá ser um planejamento
para pensar em alternativas de superação da falta de água no lote.

Publicado
2018-08-21