Agrobiodiversidade em um Quintal Agroflorestal na Vila do Tamancuoca, Município de Santa Luzia do Pará

  • Edivandro Ferreira Machado
  • Sarah Gabriella do Nascimento Silva Universidade Federal Rural da Amazônia
  • Diocléa Almeida Seabra Silva
Palavras-chave: quintais agroflorestais, espécies frutíferas, pequeno agricultor

Resumo

Dentro dos sistemas agroflorestais, estão situados os quintais agroflorestais, que são formados por várias espécies vegetais, principalmente frutíferas, em associação com animais. Estes quintais contribuem para com a alimentação saudável dos pequenos agricultores familiares e, ainda, ajudam a complementar suas rendas. São práticas ambientalmente mais corretas que, dentre outras coisas, permitem uma maior proteção do solo. Assim, este trabalho objetivou identificar as espécies vegetais e seus respectivos usos num quintal agroflorestal de uma propriedade particular, destacando suas importâncias na alimentação e renda familiar. Para tanto, passou-se três dias na propriedade rural para se conhecer melhor os hábitos, costumes e a interação dos moradores. Também, houve aplicação de questionário semiestruturado para se coletar dados e informações importantes acerca da agrobiodiversidade florística ali presente. Identificou-se 21 espécies vegetais, das quais 95% são frutíferas, utilizadas na alimentação e/ou para vender. Dentre estas, a que se destacou foi o açaizeiro, sendo fortemente consumido e o maior contribuidor para com a renda dos moradores.  19% das espécies têm fins medicinais, como a andiroba e o capim-santo. Concluiu-se que os quintais agroflorestais são práticas agroecológicas importantes que contribuem para com uma melhor alimentação dos moradores, além de ser uma forma de usar o meio ambiente sem agredi-lo significantemente e também é uma forma de complementar a renda.

Publicado
2019-01-04
Seção
AGROECOL - Sistemas agroflorestais em bases agroecológicas