Efeito de Óleos Essenciais Sobre o Crescimento Micelial de Colletotrichum musae

  • Gustavo Henrique Silveira de Souza Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul
  • Gabriel Ferreira Paiva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul
  • Tayane Oliveira Barbieri Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul
  • Brenda Virgínia Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul
  • Francisco Teixeira Gonçalves Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul
Palavras-chave: Mentha arvensis, Eucalyptus citriodora, Antracnose.

Resumo

O Brasil ocupa a quarta posição na produção de banana mundialmente. Essa produção tem sido afetada devido a ocorrência de doenças. A de maior ocorrência é a antracnose, causada pelo fungo Colletotrichum musae. Os sintomas são caracterizados pela presença de lesões escuras e deprimidas na casca das frutas. Este trabalho teve como objetivo testar o efeito dos óleos essenciais de Mentha arvensis e Eucalyptus citriodora no desenvolvimento deste patógeno. O isolado foi obtido através de lesões típicas do ataque do fungo em banana. O experimento foi realizado in vitro, utilizando 5 concentrações (0, 50, 100, 500, e 1000 ppm) dos dois óleos e misturados ao meio de cultura BDA (Batata-Dextrose-Ágar), sendo analisado o efeito desses óleos na porcentagem de inibição do crescimento micelial (PIC). Para os testes realizados, foi possível observar o crescimento micelial do fungo Colletotrichum musae. Nota-se que o óleo Mentha arvensis apresentou um controle significativo nas concentrações de 500ppm e 1000ppm. Destaca-se também o óleo Eucalyptus citriodora que houve apenas controle na concentração de 1000ppm.

Publicado
2019-01-04