A Experiência da CSA - Comunidade que Sustenta a Agricultura como Fator Promotor de Desenvolvimento Local - Revisão

  • Lorene Almeida Tiburtino Silva Universidade Católica Dom Bosco
  • Ricardo Cruvinel Cardoso
  • Jeniffer NARCISA-OLIVEIRA
  • Josemar De Campos MACIEL
Palavras-chave: economia solidária, consumo cidadão, comunidade sustentada pela agricultura.

Resumo

O texto que segue é uma apresentação e discussão sobre a experiência da CSA enquanto um movimento dentro da agroecologia, economia solidária e educação para um consumo cidadão. Chama a atenção em todo o mundo, um crescente modelo de integração entre consumidor e agricultor, conhecido no Brasil, como CSA – Comunidade sustenta a agricultura, e essa forma de comercializar os alimentos já nasce dentro do que se espera de uma agricultura sustentável. Formulamos a pergunta se, e até que ponto, o movimento pode trazer perspectivas novas diante de algumas crises atuais. Está dividido em duas partes. Primeiro, contextualizamos o termo CSA, depois a elencamos um debate entre a economia solidaria e a busca por um consumo cidadão. Por meio de buscas em bases de dados, observamos, relatos de artigos em que a iniciativa da CSA, encontra-se no mundo todo. No Brasil, o termo Community Supported Agriculture (CSA) foi traduzido e vem sendo adotado por Comunidade Sustenta a Agricultura (CSA). Existe uma tendência de mercado, para um consumo mais solidários e cidadão. E que o modelo de CSA é uma oportunidade para produtores e consumidores, pois aborda aspectos sociais, econômicos e ambientais.

Publicado
2018-12-29
Seção
AGROECOL - Redes de Comercialização de Produtos Agroecológicos e Economia Solid