Desempenho Agronômico e Controle de Plantas Espontâneas no Cultivo do Pepineiro em Sistema Agroecológico

  • Cirio Parizotto Epagri
  • Tatiana da Silva Duarte
  • Albertina Radtke Wieth
Palavras-chave: Cucumis sativus L., adubos verdes, plantio direto de hortaliças, produtividade.

Resumo

No sistema de cultivo agroecológico o uso de diferentes espécies de adubos verdes em cobertura possibilita a melhoria e a conservação do solo, o aumento da matéria orgânica, além de favorecer as culturas subsequentes. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de diferentes coberturas de adubos verdes de inverno sobre a produtividade de pepino tipo conserva, em sistema agroecológico e a sua influência no controle de plantas espontâneas nas safras agrícolas 2013/14 e 2014/15. O experimento foi conduzido em blocos ao acaso com 5 tratamentos e 4 repetições. Tratamentos: Solo sem cobertura (testemunha); Aveia preta (Avena strigosa Schreb); Centeio (Secale cereale L.); Ervilhaca (Vicia sativa L.); Aveia preta (1/3) + Ervilhaca (1/3) + Centeio (1/3). A dose de composto orgânico foi à mesma em todos os tratamentos, calculada a partir do elemento N (200 kg ha-1). A utilização de adubos verdes de inverno não influenciou a produtividade da cultura do pepineiro para conserva em sistema agroecológico, possivelmente pela boa fertilidade inicial do solo e pelo uso de composto orgânico como adubação de base. O pré-plantio das coberturas de aveia preta e centeio apresentaram o melhor efeito supressor de plantas espontâneas em cultivo do pepineiro. O uso de consórcios de coberturas para a supressão de plantas espontâneas tem sua melhor eficiência quando o acamamento for realizado antes das espécies atingirem a maturidade fisiológica das sementes, evitando a ressemeadura.

Publicado
2019-01-05
Seção
AGROECOL - Manejo de Agroecossistemas Sustentáveis