Educação Ambiental em Conjunto com Práticas de Recuperação de Nascente em uma Comunidade Rural de Irituia/PA

  • Karolainy Souza Gomes
  • Tiago Farias Peniche
  • Maria do Socorro Pires Souza
  • Krishna de Nazaré Santos de Oliveira
  • Jerry Adriane Sousa Bispo
Palavras-chave: Limpeza, Preservação, Enriquecimento.

Resumo

Sabe-se que a água é essencial à vida, por isso é considerada enorme riqueza existente no planeta. Para que se possa usufruir desse bem, é necessário sensibilizar toda a sociedade sobre sua importância e preservação em quantidade e qualidade. Por isso é importante esclarecer que a água de qualidade é um recurso finito, ou seja, a água doce com características para uso e consumo está ficando cada vez mais escassa. Sua escassez pode ser decorrente de interferências naturais e da ação do homem. Nas propriedades rurais as interferências podem estar relacionadas diretamente a algumas atividades agrícolas e de criação de animais, como, por exemplo, a retirada da vegetação nativa, a aração, e outras práticas culturais que movimentam e expõem o solo. Diante do que foi citado, pode-se entender a importância das propriedades rurais na produção de água de qualidade. Desta forma, objetivou-se mobilizar e capacitar a família do produtor em questão sobre a importância da preservação das matas ciliares e nascentes afim de que estes possam promover a preservação dos recursos hídricos disponíveis em sua propriedade de forma sustentável. Assim, inicialmente, foi realizada uma palestra dialogada com a família, sobre educação ambiental, o segundo passo foi a conscientização dos fatores de degradação, e, por fim, foi providenciado o enriquecimento das margens da nascente com espécies nativas. A recuperação de nascentes é demorada e muitas vezes o produtor rural é resistente, porém, na propriedade em questão, todos mostraram-se muito receptivos quanto as informações compartilhadas e empenhados nas atividades propostas.

Publicado
2019-01-05
Seção
AGROECOL - Manejo de Agroecossistemas Sustentáveis