Agroecologia

Análise do Discurso do Sujeito Coletivo no Ambiente Universitário, Corumbá/MS

  • Selma Rodrigues Costa UFMS/CPAN
  • Rafael Rocha Sá
  • Lucí Helena Zanata
  • Edgar Aparecido da Costa
  • Elisângela Martins da Silva Costa
Palavras-chave: Conhecimento agroecológico, Ensino, Representações sociais.

Resumo

O objetivo deste trabalho é descrever e analisar as representações sociais sobre agroecologia, a partir de análise aplicada a participantes em disciplina optativa do curso de Geografia, do campus do Pantanal da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, em Corumbá/MS, Brasil. Esse estudo se faz necessário devido à constatação de que, apesar da existência do Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Planapo) desde 2012, no Brasil, a agroecologia ainda é pouco conhecida no país. O procedimento metodológico adotado foi a aplicação de questionário com uma única pergunta: Para você, o que é agroecologia? Foram inqueridos 39 participantes. A análise do conteúdo se fez pela técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Os resultados apontam 54 ideias centrais. Observou-se que 53,7% das ideias centrais extraídas das respostas consideram a agroecologia como uma prática sustentável e que, apesar de algumas aproximações na direção dos princípios agroecológicos, a grande maioria não sabe dizer, exatamente, o que é agroecologia.

 

Publicado
2019-01-04
Seção
AGROECOL -Entraves, impactos e desdobramentos na/da Agroecologia