Biomassa Microbiana de um Latossolo Vermelho Distroférrico Cultivado com Diferentes Espécies de Adubo Verde

  • Eliane Reis Pinheiro Universidade Federal da Grande Dourados
  • Ana Cristina Araújo Ajalla
  • Taiane Sara Peixoto Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Hugo Justino Justino Inocêncio Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Mariluci Pinto Costa Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Palavras-chave: decomposição, leguminosas, matéria orgânica, resíduo orgânico.

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo avaliar o efeito de diferentes espécies utilizadas como adubo verde e de um consórcio sobre a biomassa microbiana do solo, sua atividade e índices derivados, utilizando-se estes atributos como indicadores de qualidade do solo. Os tratamentos foram constituídos de quatro espécies de adubos verdes (guandu; feijão de porco; crotalária juncea, mucuna cinza, consórcio (crotalária juncea + guandu), além dos tratamentos testemunha (solo descoberto e sistema de referência mata nativa), foram arranjados no delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco repetições. Em cada uma das unidades experimentais, correspondentes às espécies de adubos verdes, o consórcio e tratamentos testemunha (sem cobertura do solo e mata nativa) foram coletadas amostras de solo para estimar a biomassa e atividade microbiana, além de determinar o quociente metabólico dos microrganismos do solo. A biomassa microbiana foi determinada pelo método de fumigação-extração. O sistema Guandu apresentou o maior teor de C-BMS (246,07 µg C g-1 solo seco), diferindo estatisticamente dos demais sistemas, e por outro lado o sistema Solo Descoberto apresentou o volume de biomassa microbiana inferior aos outros sistemas devido a pouca concentração de matéria orgânica no solo. Dentre os sistemas manejados, o sistema referência (mata nativa) não obteve o resultado esperado por  não apresentar os índices estatísticos satisfatórios entre os sistemas com exceção do sistema Solo Descoberto. Esse sistema pode ter sofrido alguma ação antrópico em uma escala de tempo significativa, ou pode ter sofrido supressão vegetal há poucos anos atrás.

Publicado
2018-12-28
Seção
AGROECOL - Uso e Conservação dos Recursos Naturais