Pré-diagnóstico da produção de aves pelos agricultores do Grupo Bem-Estar no Assentamento 72 em Ladário/MS

  • Alberto FEIDEN Embrapa Pantanal
  • Raquel Soares JULIANO Embrapa Pantanal, Corumbá, MS, Programa de Pós Graduação em Estudos Fronteiriços UFMS-CPAN, Corumbá MS,
  • Edgar Aparecido da COSTA Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Corumbá, MS,
Palavras-chave: Agricultura Familiar, Biodiversidade Animal, Galinha de Capoeira, Ovos Caipiras, Manejo Agroecológico de Aves.

Resumo

O presente trabalho é um estudo exploratório para subsidiar a elaboração de um diagnóstico mais amplo sobre a criação de diferentes espécies de aves na região de Corumbá e Ladário, visando gerar informações para incluí-los em propostas de segurança alimentar e de geração de renda. Foram entrevistadas 7 mulheres e um homem, pertencentes ao grupo Bem-Estar de Ladário. Os resultados mostraram que mesmo nesta pequena amostra foram encontrados seis tipos diferentes de aves (galinhas, galinhas d’angola, patos, perus, codornas e gansos). A principal ave criada é a galinha, criada por todos os entrevistados para subsistência e para fins comerciais por 5 agricultoras. A maioria das galinhas é considerada de raça comum, mas os aspectos fenotípicos parecem indicar uma grande variabilidade genética entre os animais. Os demais tipos de aves são criados basicamente para subsistência com exceção de uma criação de patos e uma de codornas para fins comerciais. O estudo preliminar indicar que a produção dessas aves tem potencial tanto para garantir a segurança alimentar como para geração de renda, sendo para isso necessários estudos mais aprofundados.

Publicado
2018-12-29
Seção
AGROECOL - Produção Animal Agroecológica