Homenagem para Luiz Carlos Pinheiro Machado

  • Mario Luiz Vincenzi
Palavras-chave: homenagem, encontro de PRV

Resumo

Recebi este honroso convite, para sobre o Prof. Luiz Carlos Pinheiro Machado e sobre
o Pastoreio Racional Voisin em 30 segundos.
Seria um desafio possível? Sim, mas como falar de assuntos que farão parte dos Anais
da história da humanidade, em tempo tão curto?
Resolvi então fazer este texto. Por considerar mais consistente.
Conheço o Prof. Pinheiro desde 1968, quando nós, alunos da Agronomia UFRGS em
Porto Alegre, organizamos um curso extracurricular, pois o Prof. Pinheiro estava expurgado
da Universidade. (Interessante, há um movimento que quer retirar este período da história, ou
seja, que não houve ditadura, pessoas que não sentiram na pele o que foi 64 para o Brasil). Foi
o primeiro Curso Avançado de Gado Leiteiro, realizado no Colégio Sevigné em Porto Alegre.
Nesse curso entre muitos assuntos, todos importantes, tomamos conhecimento do Pastoreio
Racional Voisin. Ainda nesse mesmo ano conseguimos estágio para vários colegas na
Fazenda Alegria, em Taquara-RS. Eu lá fiquei um mês. Naquele momento iniciavam-se as
experiências do Prof. Pinheiro com o PRV. Eram 10 potreiros, com cercas elétricas móveis.
Em 1972 fui trabalhar na Geraplan, empresa de planejamento do Prof. Pinheiro, e fui
destacado para assessorar projetos de PRV no estado de São Paulo. Eram vários projetos e
todos em áreas superiores a 500ha. Lá trabalhei e convivi com o Prof. até final de 1975.
No início da década de 80 o Prof. Pinheiro ingressa na UFSC através de concurso
público na área de etologia. Eu já era professor aqui desde 1979.
Juntos criamos a disciplina de PRV no curso de Agronomia do CCA/UFSC e juntos
participamos de vários cursos e assistências a agricultores e agricultoras assentados em SC e
PR, e também para técnicos que atuavam nesses setores.
Esse preâmbulo sobre a história para mostrar que me sinto capacitado para falar do
assunto Prof. Pinheiro e PRV. Convém lembrar que é uma história muito resumida, espero em
algum momento ter tempo e condições para relembrar detalhes destes tempos tão importantes.
Prof. Pinheiro e PRV se confundem, como falar de um sem lembrar do outro.
Ele estudou, adaptou e difundiu PRV nas condições brasileiras. Foi além-fronteiras
nos países vizinhos, Argentina, Uruguai, Chile depois Cuba e Nicarágua, depois Venezuela e
mais recentemente no continente europeu: Espanha onde nasceu o PRV, França. Mas
considero que a sabedoria do Prof. Pinheiro nos indicou caminhos além do PRV. A partir do
PRV mostrou o caminho para a agricultura que respeita a natureza, que produz alimentos
saudáveis, e que seja socialmente justa.
É uma posição ao modelo avassalador de agricultura imposto pelo grande capital.
Exaure de forma acelerada os recursos naturais, envenena a natureza e as pessoas
desencadeando verdadeiras epidemias de doenças incuráveis, fortalecendo a indústria
farmacêutica e concentrando riqueza nas grandes corporações que dominam os desígnios da
humanidade, por enquanto.
Minha homenagem ao Prof. Luiz Carlos Pinheiro Machado, que por muito tempo
ainda ele continue nos mostrando o caminho. Tenho a certeza que não está sozinho, são
milhares que compartilham seus ideais e suas idéias, eu sou um deles. A corrida não terminou,
“eles não passarão”.
Floripa, 15 de novembro de 2018
Mário Luiz Vincenzi

Publicado
2019-02-07