Políticas Públicas

A Questão do Crédito Rural na Cantuquiriguaçu

  • Thaiz Aparecida de Almeida Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Rosecleia Burei Presa
  • Simone Padilha Fernandes
  • Geliane Marcia Zanotto
  • Josimeire Aparecida Leandrini
Palavras-chave: Crédito Rural, PRONAF, Agricultura Familiar

Resumo

Devido a importância do Crédito Rural no cenário econômico brasileiro, o setor agropecuário inspira atenção e cuidados aos governos. Sendo o Brasil um país em desenvolvimento que tem no âmbito rural um ambiente de grandes potencialidades, torna-se importante a implantação de políticas públicas, e neste sentido, tem-se o Crédito Rural como um importante instrumento de incentivo à produção, investimento e comercialização agropecuária movendo assim a economia nacional (MARTINS, 2018). Com isso, o objetivo deste trabalho é identificar o volume de recursos oriundos de Políticas Públicas de Crédito Rural, cadastrado no Sistema Nacional de Crédito Rural - SNCR, através da matriz de dados do Banco Central do Brasil, que são acessadas pelos municípios que compõem o Território Cantuquiriguaçu, em especial a modalidade acessada pelos agricultores familiares, através da linha do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar - PRONAF. Pode-se perceber que o modelo produtivo fomentado em maior escala no Território da Cantuquiriguaçu, não diferentemente do nacional, incentiva o uso de insumos e fertilizantes químicos, aumentando a dependência à insumo externos, e acima de tudo, contribuindo para a degradação e contaminação do meio ambiente. O montante total acessado junto ao SNCR, para o período analisado somou R$ 4,443 bilhões, sendo que deste valor, a fatia de R$ 3.392 bilhões, ou 76,35% fomentou este modelo produtivo. Sendo assim, a perspectiva da agricultura familiar deve ir além deste modelo produtivo orientado pelo uso intensivo de insumos externos. A busca deve contemplar aspectos que sejam guiadas pela noção de desenvolvimento rural mais sustentáveis, que combinem além da eficiência produtiva, o manejo adequado dos recursos naturais e a inclusão social, visando minimizar as desigualdades socioeconômicas.

Publicado
2019-02-15