Fundo Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável: uma experiência de sucesso em Cachoeiro de Itapemirim-ES

  • NUNES, José Arcanjo Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca – SEAG/ES
  • GONÇALVES, Edlene Barros Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim-ES
Palavras-chave: Camponeses, Conselho Municipal, Fundo Municipal, Sustentabilidade

Resumo

Ao se dar conta de que 92% das propriedades rurais do município de Cachoeiro de Itapemirim,
no Estado do Espírito Santo, eram de base familiar, o Poder Público Local decidiu no início do
ano de 2009, implementar uma série de ações participativas para que os camponeses se sentissem
valorizados e decididos em querer permanecer vivendo no meio rural. Para tal, foi priorizado
o desenvolvimento e o fortalecimento das organizações rurais, o pleno funcionamento
do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS), e a implantação
do Fundo Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (FMDRS), além de vários outros
projetos como a implantação da Escola Família agrícola e os de compras governamentais. O
Fundo é alimentado de diversas fontes, todas advindas de atividades relacionadas ao meio
rural. Ele foi e é responsável pela geração de inúmeras oportunidades de geração de trabalho
e renda no meio rural de Cachoeiro de Itapemirim, principalmente para grupos organizados
de mulheres, que viram nele uma oportunidade de aumentarem a renda das famílias, o que
proporcionou a melhoria da qualidade de vida no campo. O FMDRS tem sido um importante
instrumento na realização de eventos relacionados à agroecologia, na implantação de hortas
agroecológicas, na construção de pequenas barragens e caixas secas e na proteção de nascentes.
Quem administra o FMDRS são os conselheiros do CMDRS e os recursos do Fundo
chegam até as organizações por meio de chamadas públicas.

Publicado
2018-08-22