Influência de plantas de cobertura sobre atributos físicos de um solo cultivado com lavoura de pimenta-do-reino

  • Juan Ricardo Rocha Universidade Federal do Espírito Santo
  • João Victor Fioroti Cescon Universidade Federal do Espírito Santo
  • Yan Vinturini Vieira Dantas Universidade Federal do Espírito Santo
  • Hugo Calegari Bonini Universidade Federal do Espírito Santo
  • Bruno Eustáquio Cirilo Silva Universidade Federal do Espírito Santo
  • Ivoney Gontijo Universidade Federal do Espírito Santo
Palavras-chave: Adubação verde., Física do solo., Manejo.

Resumo

O Espírito Santo destaca-se no cenário nacional como maior produtor de pimenta-do-reino do país. Objetivou-se neste estudo avaliar o efeito do cultivo intercalar de diferentes espécies utilizadas como plantas de cobertura sobre atributos físicos de solo em lavouras de pimenta-do-reino localizadas na região norte do estado do Espírito Santo. A pesquisa foi desenvolvida em uma lavoura comercial de pimenta-do-reino, instalada no ano de 2014, com espaçamento 3,0 x 2,0 m, em São Mateus-ES. O projeto foi instalado em outubro de 2017, com a semeadura das plantas de cobertura, em DBC, com quatro espécies de plantas de cobertura e um controle sem o cultivo de planta de cobertura, com quatro repetições. Foram avaliados dados referentes a produtividade das plantas de pimenta-do-reino e análises físicas do solo (estabilidade de agregados; densidade do solo; volume total de poros; macroporos; microporos; capacidade de campo; ponto de murcha permanente; água disponível no solo e resistência a penetração). Os resultados foram submetidos à análise de variância pelo teste de F e as médias foram comparadas pelo teste de Tukey (p<0,05). A braquiária na entre linha da pimenta-do-reino proporcionou melhorias na estabilidade de agregados e independente do manejo adotado, a produtividade não foi alterada.

Publicado
2020-03-31