OS QUINTAIS DAS MULHERES EM COMUNIDADES FUNDO DE PASTO NO SERTÃO BAIANO: MAPEANDO USOS E MANEJO PARA A CONSERVAÇÃO DA CAATINGA

  • Rebeca Mascarenhas Fonseca BARRETO UNIVASF
  • PaolaCortez BIANCHINI EMBRAPA SEMIARIDO
  • Carlaíse Freitas GOMES UNIVASF
  • Isabela Oliveira LEITE UNIVASF
  • Priscila Helena MACHADO UNIVASF
  • Crislaine Soares OLIVEIRA UNIVASF
  • Edilania Pereira SILVA UNIVASF
Palavras-chave: Fundo de Pasto, Quintais Produtivos, Caatinga, Semiárido

Resumo

Comunidades de Fundo de Pasto são organizações sociais tradicionais de uso coletivo da terra que utilizam os recursos naturais da caatinga aliando atividades de criação animal e agricultura. Nessas comunidades, os quintais produtivos, manejados pelas mulheres, possuem papel importante na alimentação familiar e conservação de espécies nativas. O presente estudo mapeou o uso e o manejo dos recursos naturais em quintais produtivos realizados por mulheres de duas comunidades de Fundo de Pasto na Bahia, Ouricuri e Cachoeirinha. Nas duas comunidades foram encontradas espécies nativas nos quintais, sendo as espécies da flora mais representativas o Umbu e a Aroeira. Quanto a fauna, 16 aves “moradoras” do quintal foram relatadas pelas mulheres. Já os mamíferos foram considerados por elas como “visitantes”, reforçando a importância dos quintais para a conservação de espécies nativas da caatinga. Ouricuri apresenta uma organização dos quintais mais coletiva, podendo um quintal estar ligado a mais de uma residência de famílias com grau próximo de parentesco. Assim, os laços familiares são cruciais no modo de divisão e ocupação de terra.

Publicado
2020-05-13
Seção
CIFA - Feminismo, Agroecologia e Soberania Alimentar