FEMINISMO CAMPONÊS E POPULAR: A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE FEMINISTA DAS MULHERES DO MOVIMENTO DE MULHERES CAMPONESAS DE ALAGOAS

  • Alessandra Keilla SILVA UFAL
Palavras-chave: feminismo camponês e popular, identidade feminista, mulheres

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo trazer uma discussão sobre a construção da identidade feminista das camponesas do MMC Alagoas. O trabalho foi realizado com método qualitativo, a partir de coleta de entrevistas e revisões bibliográficas. Dá-se ênfase à análise da história de como as mulheres do campo se articularam enquanto sujeitos políticos para a formação de movimentos autônomos que trazem suas pautas individuais enquanto camponesas. Neste trabalho, compreende-se que o movimento feminista é composto de várias vertentes e por isso não deve ser compreendido como um movimento uniforme, e que os feminismos se manifestam de diversas formas práticas e teóricas. Dessa forma, iremos focar no feminismo camponês e popular como feminismo em construção pelas mulheres latino-americanas, que se pautam nos princípios agroecológicos, na construção da autonomia, na independência das mulheres e no enfrentamento da violência. As mulheres alagoanas que compõem o MMC se compreendem enquanto feministas e preservam a sua identidade como camponesas.

Publicado
2020-05-13
Seção
CIFA - Feminismo e Agroecologia: quais sujeitos políticos?